A queima da documentação do Atlético

Em 1970, o então diretor, ex-jogador de 1932, Canoco, mandou queimar toda a documentação do clube. Dentre aquele material estavam todas as fichas técnicas do Atlético. O prof. Heriberto ainda conseguiu salvar um livreto de 1940 e outro de 1963. Porém, boa parte do material foi perdido. Uma pena não ter havido consciência da importância daquele material para a história do clube.

Além dessa atitude intempestiva do sr. Canoco, o Atlético perdeu muito material na enchente que houve no rio Água Verde em 1963. Material que o Zinder Lins tinha reunido colocando anúncios na Gazeta do Povo na década de 40 pedindo que quem tivesse fotos do clube o procurasse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s