Como Farinhaque assumiu o Atlético

Walmor Zimerman deixou o Atlético em 1989, com 1 milhão de cruzeiros em caixa. Quando Walmor saiu, ninguém queria assumir o Atlético. Estava o Farinhaque conversando com o Fleury na sede administrativa do Atlético.

Quando o Farinhaque disse ao prof. Heriberto:
” — Heriberto, ninguém quer pegar o Atlético.”
O prof. Heriberto dizia:
“– E fulano?”
Ao que Farinhaque respondia:
“– Não, esse não quer saber.”
Aí ele disse:
“– Heriberto, estou aqui falando com o Fleury e ele já concordou. Eu vou ser presidente e ele será vice, você me ajuda?”

O prof. Heriberto concordou em ajudar da maneira que podia. E naquela ocasião, ele recebeu o cargo de Diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Clube Atlético Paranaense. Na verdade, apenas formalizou o trabalho que ele já fazia pelo Clube, pois já havia dez anos que ele escrevia a história do Clube.

Foi assim que Farinhaque entrou no Atlético, no peito e na raça. Com o dinheiro deixado pela administração anterior e mais o dinheiro que entrou com a promoção de bingões, ele montou o time campeão de 1990.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s