Alfredo fala sobre sua família

Perguntei a Alfredo se seu amor pelo Atlético veio do pai. Ele disse que era de toda família, tanto os Gottardi quanto os Cecatto, pai e tios, todos muito atleticanos.

Ele conta:

“A família inteira, até hoje, são todos doentes pelo Atlético. Não tem nenhum coxa, são todos atleticanos. Meu filho é doente, mais doente que eu, ele não perde um jogo. Ele sofre, eu já não sofro, não sei se é porque fui jogador e sei como as coisas são. Eu fico nervoso, se o jogo estiver passando na tv eu vejo, mas não escuto.”

Morar perto da Baixada

“Nós sempre moramos perto da Baixada. Tinha a rua Cel. Dulcídio, onde morava o avô e tanto os Gottardi, quanto os Cecatto moravam por ali. O pai tinha 12 irmãos, todos ali em volta do estádio.

Quando a gente era moleque, não íamos pro jogo. O vô ia pro jogo e o pai e o tio Alberto ficavam jogando baralho na casa da vó. Reunia uns 10, 12 jogando baralho. Dava cada encrenca, era muito divertido, a família sempre foi muito unida.”

Churrasco e o Atletiba

“Teve um Atletiba recente, já na Arena, e nós estavamos todos na casa da minha mãe, ali perto da Baixada.  Meu irmão é uma figura, e ele estava na rua, em frente a casa da mãe. Passou um grupo de coxas indo pro jogo e provocaram ele. Mas que azar os caras deram, na hora saíram uns 15 de dentro da casa.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s